Estudantes da USP criam aplicativo para entrega de remédios com drone

Estudantes da Universidade de São Paulo USP em São Carlos criaram um aplicativo que armazena receitas médicas, avisa ao paciente o momento correto de tomar a medicação, permite a compra de remédios e programa o envio dos produtos com o uso de um drone.

A ideia foi proposta pelo engenheiro de produção Renato Rodrigues e alguns amigos e ganhou o primeiro lugar do “Hackathon Code4Inclusion MasterCard”, realizado em Miami (EUA) com programadores de sete países. Agora, o grupo pretende utilizar o prêmio de US$ 10 mil para aperfeiçoar o equipamento e o aplicativo.

“A gente criou esse protótipo em 24 horas e a gente precisa muito ter drones realmente mais avançados, robustos, que possam entregar em determinadas localidades, distâncias”, explicou Rodrigues, que enumerou algumas vantagens da proposta.

“O ser humano, como todo mundo sabe, corre o risco de acidentes ou de acontecer algum problema”, disse. “E o custo vai ser menor do que um motoboy. Um drone, por exemplo, mais sofisticado, custa o valor do salário de um motoboy, cerca de R$ 1,5 mil”, completou.

Aprovado
Dono de uma farmácia em São Carlos, Valdir Ronaldo Garcia gostou da novidade. “É uma grande tecnologia para o futuro, excelente”, opinou.

O aposentado Jovino Bueno também aprovou a proposta. Acostumado com o uso da internet pelo celular, ele ficou animado com a ideia do delivery aéreo. “Você está pedindo um negócio a qualquer hora e sabe que vai chegar de repente, assim, é muito gostoso, muito bom”.

 

Fonte: G1 Tecnologia e Games

Comentários