Crise castiga mercado de PCs no Brasil e vendas têm maior queda em 10 anos

Mesmo com a Black Friday, as vendas de PCs no Brasil tiveram o seu pior resultado dos últimos 10 anos no terceiro trimestre de 2015, segundo a IDC Brasil.

De acordo com um novo estudo da consultoria, foram comercializados 1,6 milhão de computadores no país entre julho e setembro deste ano, número 37% menor do que o registrado no mesmo período de 2014. Esse é o pior desempenho trimestral em volume de vendas de PCs da última década no Brasil, aponta a IDC.

Do total de computadores vendidos no país neste período, 993 mil foram notebooks e 607 mil desktops.

“O resultado de vendas está de acordo com as nossas projeções e reflete a situação econômica e política do país. E podemos até comemorar que a receita caiu apenas 7% frente ao mesmo período de 2014. Mesmo vendendo menos, o ticket médio ficou em R$ 2.341, o que representa um acréscimo de 49% de um ano para cá”, afirma o analista de pesquisas da IDC Brasil, Pedro Hagge.

A IDC lembra ainda que o mercado brasileiro de PCs vem registrando quedas seguidas nas suas vendas desde 2012.

A previsão é que o Brasil feche 2015 com queda de 37% nas vendas de computadores, com cerca 6,5 milhões de PCs vendidos, aponta a consultoria.

Comentários